Deficiência Física

Gêmeas siamesas que nasceram unidas pela cabeça são separadas! Veja como elas estão hoje

Gêmeas siamesas que nasceram unidas pela cabeça são separadas! Veja como elas estão hoje

Erin e Abbey  são gêmeas siamesas que nasceram unidas pela cabeça. Em alguns casos os gêmeos siameses nascem grudados por outras partes do corpo, como abdome, peito entre outros.

Segundo as estatísticas, estimas-se que 1 cada 10 milhões de novos bebês nasçam com essa condição. Os exames pré-natais são aliados das famílias para que a anomalia seja descoberta precocemente e soluções sejam buscadas.

A maioria dos gêmeos siameses compartilham órgãos que podem ser vitais, e com a cirurgia, um dos bebês pode até não resistir, com isso alguns pais optam por não fazer a cirurgia.

A cirurgia

Mas esse não foi o caso de um casal da Carolina do Norte, nos Estados Unidos. Eles tiveram gêmeas siamesas unidas pela cabeça, e para elas passarem pelo procedimento de separação foi necessário que a família  viajasse até Filadélfia.

As meninas nasceram no ano de 2016, por meio de parto cesárea, ambas nasceram pesando 900 kg, diante da condição das irmãs siamesas, foi necessário ficar na UTI.

Para fazer a cirurgia, foi necessário que a equipe médica e seus auxiliares passarem 11 horas no procedimento de separação.

Senti muito medo de perde-las, naquele momento eu nem me importei com o fato delas estarem unidas pelas cabeças”, contou a mãe.

O desenvolvimento delas está mais devagar do que das outras crianças pelo fato de terem passado 10 meses unidas pela cabeça, mas elas estão se desenvolvendo no ritmo delas e nós fazemos questão de celebrar cada conquista das nossas filhas”, disse a mãe das gêmeas.

O procedimento foi um sucesso! Veja como  Erin e Abbey estão hoje.

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

Fonte:https://supermae.club

Veja mais:

A difícil escolha de um Pai: salvar uma filha ou deixar as duas morrerem

Meninas gêmeas siamesas do Paquistão são separadas e a mudança impressiona


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar