Síndrome de Down

Xuxa se torna embaixadora de ONG e faz campanha pela inclusão

Xuxa se torna embaixadora de ONG e faz campanha pela inclusão

 

Quem acompanha a carreira da Xuxa Meneghel já sabe de seu empenho e dedicação em prol da inclusão das crianças com necessidades especiais.

Muito antes do tema ser pauta e existir as leis de inclusão para as crianças com necessidades especiais. Xuxa já trabalhava nesse sentido ensinando seus “baixinhos” a respeitarem o próximo e saberem lidar com as diferenças. Nós somos umas dessas baixinhas.

Quem “das antigas” não se lembra de sempre haver no Xou da Xuxa crianças cadeirantes, com síndrome de Down, surdas, cegas e todas elas inseridas no contexto do programa?

Quem que sabe o alfabeto em Libras porque aprendeu com ela?

Embaixadora

Dando continuidade de seu trabalho de mais de 35 anos, Xuxa participou de um bate-papo, no último dia 14 promovido pela ONG Serendipidade, para reforçar a importância da inclusão de crianças com necessidades especiais.

Durante o evento, Xuxa foi apresentada como uma das embaixadoras do Serendipidade, discursou para os presentes falando da missão dela no projeto.

Eu me ofereci para estar aqui hoje, eu falei sempre do meu trabalho, que estava de portas abertas para todas as crianças com alguma necessidade especial. Eu falei que queria mais do que colocar a camisa, queria que me usassem, usar meu nome e minha imagem para uma coisa que eu sempre acreditei. Já falava de inclusão quando comecei na televisão há 40 anos e hoje posso dizer que continuo podendo falar e ajudar, nem que seja um pouquinho“, afirmou.

Apelo

A apresentadora ainda fez um apelo para que a inclusão e o apoio às crianças com necessidades especiais sejam assuntos cada vez mais abordados e divulgados.

Campanhas precisam acontecer, leis precisam acontecer. Infelizmente, as pessoas só falam sobre isso quando têm alguém da família, como filho ou filha que nasce com algum problema. Acho que todos os brasileiros, principalmente jornalistas, deveriam divulgar isso“, reforçou Xuxa, que torce para que as escolas também foquem o olhar para o assunto.

No Brasil inteiro, a gente talvez não tenha 10 escolas preparadas para receber crianças com necessidades especiais. Acho que tem que ser obrigação não só a inclusão, mas a necessidade de se aprender libras, de ter fácil acesso para cadeirantes, ter a possibilidade de a criança cega andar nos corredores…. Fica aqui meu pedido como mãe, apresentadora, pessoa pública para que os políticos que fazem a lei acontecer nesse país prestem mais atenção nas necessidades especiais de cada criança e de cada ser humano que vive aqui. Saber que eles realmente precisam de atenção e que eles existem de verdade, não adianta tampar os olhos“, discursou.

Pudemos acompanhar parte do evento pelas redes sociais e a fala que mais nos chamou a atenção de Xuxa é quando ela disse que haviam crianças em seu programa, independentemente de deficiência ou não e ela fazia o o programa para elas sem distinção. E isso é real!

Serendipiedade

Os fundadores da ONG, Henri e Marina Zylberstajn, exaltaram a presença de Xuxa no evento e o posto dela como embaixadora e parceira da instituição.

“É uma honra enorme porque a Xuxa é precursora, ela realmente carrega e levanta essa bandeira há muitos anos. E a importância dela estar aqui não é só pela visibilidade que, com certeza, ela vai dar para as iniciativas, mas principalmente para a gente poder aprender com alguém que é campeã e muito experiente nessa missão incrível de transformar o mundo em um lugar melhor para todos nós. É uma honra enorme ter ela como embaixadora do Serendipidade“, declarou Henri.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar