Cristina e Ricardo começaram sua história de amor na praia há 6 anos atrás. No verão de 2013 começaram a namorar, pouco tempo depois já estavam vivendo sobre o mesmo teto. O pedido de casamento foi em Nova York, nos EUA e o casamento aconteceu em 27 de maio de 2017, no Mosteiro da Batalha, em Portugal.

Após um ano de casamento resolveram aumentar a família e em julho daquele mesmo ano veio o tão sonhado positivo. Estavam grávidos. A gestação correu sem qualquer intercorrência, nem enjoos e nem desejos.

Sofia  Ortuño Carocha nasceu em fevereiro de 2019. O pai foi com a filha para a sala de recuperação  e percebeu algo diferente. Os olhos da menina eram puxados, uma das características de quem tem síndrome de Down.

Ainda na sala, uma das enfermeiras pegou na menina e deu a entender que algo estava acontecendo, mas não estava nada confirmado. No dia seguinte, o pediatra confirmou a família o diagnóstico da síndrome de Down, porém, só poderia ser comprovado após os exames de sangue.

Após um interminável mês o diagnóstico chegou: Sofia tinha síndrome de Down.

A vida depois do diagnóstico

Segundo relato da família a Revista Crescer, de Portugal, os sonhos, projetos e expectativas, foram, por instantes, desmoronados.  Para eles as primeiras 24 horas foram as mais difíceis. O momento mais difícil foi quando deram a notícia aos amigos e família, em especial aos avós da Sofia.

Em nenhum exame e ecografias, nada havia sido encontrado de anormal.

A adaptação a nova vida de pais está sendo tranquila para o casal. E a garota os surpreende a cada dia com um lindo sorriso.

Uma sessão de fotos em família

Antes de Sofia nascer, o casal contatou Maria Evangelista, fotógrafa há mais de 20 anos, exímia especialista em sessões de maternidade, recém-nascido e bebés/famílias.

As fotos dela são um colírio para quem as vê. São fotos que capturam a essência das pessoas que ela fotografa. E não por menos ela captou a essência dessa família:  muito amor envolvido.

A indicação da fotógrafa veio por meio de um primo. E como já eram fãs do trabalho da fotógrafa optaram por registrar os primeiros dias de Sofia com ela.

Maria Evangelista já tinha o conhecimento que Sofia tinha uns olhos e sorriso especiais.  O que mais encantou a fotógrafa foi a positividade do casal que contou a ela a garota já tinha nascido e que havia a suspeita de ter síndrome de Down.

Ricardo e Cristina com a pequena Sofia; Foto: www.mariaevangelista.com

A garota do sorriso especial

Segundo a fotógrafa a experiência foi maravilhosa. A família estava tranquila e as fotos aconteceram normalmente.

Ela tomou todos os cuidados para fotografar a menina, e ainda teve a preocupação extra por não saber como ela iria reagir, se iria perceber que ela estava mexendo dela. O objetivo era deixá-la o mais confortável. E ela conseguiu.

As fotos

Os pais também ficaram impressionados com o trabalho de Maria e nós também. Ela os fez se sentirem em casa. Tudo ocorreu lindamente. Os pais ressaltam o profissionalismo, a descontração e a simpatia da fotógrafa. “É realmente impressionante observar a dedicação e a paixão com que a Maria trata os nossos bebês”, diz a mãe.

Durante o ensaio fotográfico Sofia dormiu o tempo todo, não chorou nem reclamou. Um verdadeiro anjo, contou a fotógrafa.O resultado foi lindo demais. Deixaram os pais muito emocionados. As fotos conseguiram mostrar tudo que os pais sentem pela menina: muito amor e orgulho.Não tem como não olhar para as fotos e não ficar com o coração cheio de alegria.

Hoje sou mais rica e mais feliz

Maria Evangelista relata que a maior lição que tirou dessa experiência é que  o amor é o caminho para tudo. Que a vida deve ser levada de forma mais simples e menos materialista. Hoje a sociedade dá valor as coisas erradas.  Ela diz que foi muito bom ver esta família, tão simples, mas tão feliz e com tanto amor, e que perante uma dificuldade há sempre uma solução. Por maior que a dificuldade seja, ela percebeu que a vida é muito curta para não valorizar as coisas certas e agradeceu acima de tudo, ter tido o privilégio de ter privado com eles. Hoje ela é mais rica e mais feliz.

O contato entre a profissional e os pais de Sofia continua, até porque Cristina e Ricardo criaram uma página dedicada à menina, que pode ser seguida no Instagram

 

E que conselhos dão os pais de Sofia a outras famílias que possam passar (ou que passem) pela mesma situação que eles?

“Não desesperem pois a vida nos prega peças  que nos mostram que nem tudo o que achamos que é perfeito para nós, o é na realidade. Depois de ultrapassado o choque inicial e depois de alguma pesquisa, irão ver que bebês com síndrome de Down são iguais a todos os outros, mas com alguns cuidados a mais. Resumindo, aproveitem ao máximo esta experiência, pois fomos os escolhidos para sermos pais destes anjinhos maravilhosos”, finalizam.

O casal segue ao lado de Sofia, comemorando cada momento. Sempre com muito amor.

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

Fonte: https://www.crescercontigo.pt


Sofia, a bebê do sorriso especial que foi diagnosticada com Down após o nascimento

Post navegação


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *