Geral

Projeto incentiva brinquedos adaptados em praças públicas

Projeto incentiva brinquedos adaptados em praças públicas


 

Um projeto que iniciou no sul do país, cobra do poder público a implantação de brinquedos adaptados em parques e praças públicas. Hoje, o Projeto Lia já está em 18 cidades brasileiras.

Pra sorrir não é preciso muita coisa, basta uma brincadeira, mas essa brincadeira de criança nem sempre é tão simples como pode parecer e o motivo é a falta de acessibilidade nos parquinhos.

O brinquedo em uma praça normal é uma superação para ela, por que normalmente o brinquedo em diversos lugares podem não estar adaptados para ela, o degrau do escorregador é muito fino , por causa disso pode acabar escorregando ou o balanço não tem o apoio das costas“, explica Daiane Motta.

Acessibilidade

Todavia, os brinquedos acessíveis, adaptados para crianças com algum tipo de deficiência, ainda estão longe de ser uma realidade em todo o país.

Se ele vai no brinquedo com alguma outra criança, tem criança que não sabe os probleminhas dele, daí as vezes empurra, com isso pode bater a cabeça ou ele tem dificuldade de ficar em pé“, explica Kelly Marcondes, dona de casa.

Mas o caminho pode mudar essa realidade e já ganhou os primeiros passos, com um projeto focado no lazer, inclusão social e acessibilidade.

O projeto

A ideia do projeto Lia, é realmente que o poder público e a iniciativa privada perceba este público, perceba que a criança com deficiência ela precisa sim  de terapias, de cuidados especiais, medicamentos muitas vezes, mas ela precisa ser criança e fazer parte da sociedade“, conta Shirley Ordonio, idealizadora do Projeto.

Mãe de 3 filhos, a Shirley via na família a diferença de acesso no jeito de brincar, nos parques enquanto a Camila e o Leonardo brincavam, a Leticia que tem uma deficiência de movimentos apenas observava.

Eu retirei algumas almofadas da cadeira de roda, adaptei em um balanço e foi a primeira vez que a Leticia gargalhou e que eu ouvia a voz de minha filha, foi a partir daí que eu queria dividir essa emoção com todas as outras mães “.

Os brinquedos

Muitos desses brinquedos adaptados foram desenvolvidos pela própria Shirley, ela contou com a ajuda de empresas que fabricam esse tipo de brinquedo, o projeto tem incentivado prefeituras de todo o país a colocarem esse brinquedos adaptados em parques públicos, Curitiba e outras 18 cidades pelo país já colocaram esses equipamentos em praças públicas.

Entretanto, o projeto Lia nasceu em 2012 em Curitiba  e ao longo dos anos foi se espalhando pelo país, hoje 41 cidades em 12 Estados, já tem representantes e lutam para fortalecer a causa.

Quando a gente tem um filho com deficiência, a gente fica sem sentido, não sabemos pra que caminho ir, até que a gente encontra um caminho e o lazer pra mim é um caminho pelo menos e isso mudou a minha vida, a vida do meu esposo, a vida dos meus outros filhos, só tem melhorado“, disse Mayara Faria, Assistente Social.

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

Fonte:https://globoplay.globo.com



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar