Atividades FísicasInclusão SocialSíndrome de Down

Menina com síndrome de down conquista dois ouros em Competição Internacional de Karatê

Menina com síndrome de down conquista dois ouros em Competição Internacional de Karatê

Uma menina de nove anos de idade viajou aproximadamente 700 km para participar da competição.

Maria Rosa foi a única criança com síndrome de Down inscrita no Campeonato Internacional de Karatê . No entanto, não pode lutar, por não ter ninguém para competir na mesma categoria que ela.

Com isso,  Maria contou com a ajuda de seu professor, João Albino, para realizar duas provas de kata, que lhe garantiram duas medalhas de ouro.

Maria mora em Vilhena, no interior do estado de Rondônia e começou a praticar Karatê há seis meses. No entanto, a escola que recebe os caratecas ainda não possui todos os equipamentos para que a arte marcial seja praticada, mas, para a diretora da escola, Ana Laura, o amor pelo esporte faz com que o projeto resista.

A nossa escola está com esse projeto há seis meses. A gente não tem a estrutura, não temos tatame, mas as crianças não desistem, todo sábado, às 14 horas, eles estão lá. Tem criança que anda quilômetros para chegar no treino. Então, não tem como desistir do sonho dessas crianças, eles já são heróis pela vida, são crianças que precisam de muito carinho, amor e o karatê fez isso” – disse a diretora.

O pai da menina, Odenilson da Silva, revelou que a participação da Maria nas competições vai além da conquista de prêmios, mas, principalmente no sentimento de inclusão da filha.

Reprodução

A carateca faz parte de uma equipe de 15 atletas, que voltam para Vilhena com 32 medalhas.

A equipe

A gente tá chegando em outro nível, abrindo portas para outros tipos de atletas. Para nós foi muito maravilhoso e não tem como explicar a emoção de vê-la competindo. Ela veio, participou, deu o melhor dela, mostrou o que sabia fazer e para nós isso que é importante. As vezes, a gente não ganha, mas a gente se supera e quando fazemos isso, nos tornamos vencedor”  finalizou o técnico, João Albino.

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

Fonte: G1

 


Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar