Inclusão SocialSíndrome de Down

Menina com síndrome de Down conquista concurso de beleza

Menina com síndrome de Down conquista concurso de beleza

Nicolly é uma menina de apenas 3 anos e meio. Que está mostrando o porque veio ao mundo. Ela mesmo com pouca idade já está fazendo história nas passarelas.

Nascida em Campo Grande ,no estado do Mato Grosso do Sul, Nicolly Martins Moreli tem síndrome de Down. Contudo sua condição não a impede de seguir pelas passarelas com carisma e beleza deixando uma mensagem positiva sobre a inclusão por onde passa.

Marina Moreli, de 39 anos, conta que  não houve nenhuma intercorrência durante a gestação da menina. Entretanto, quando Nicolly nasceu foi constatada síndrome de Down.

Diante da notícia, Marina ficou surpresa, pois não sabia nada sobre a síndrome. “Foi algo muito assustador pelo medo do desconhecido, ela nasceu com saturação baixa, apresentando uma suposta cardiopatia e comprometimento respiratório. Nesse período tiveram que fazer uma transfusão de sangue no qual tivemos que aguardar 60 dias para fazer o cariótipo e comprovar a síndrome de Down”. relembra Marina.

O diagnóstico

O diagnóstico de Nicolly foi confirmado após quatro meses de espera. A menina nasceu com  trissomia livre do cromossomo 21.  Mesmo diante do impacto o amor pela menina venceu.

As redes sociais

Marina sempre gostou de fazer fotos de Nicolly. A filha é carismática e muito sorridente. Com isso, Marina decidiu compartilhar as fotos da filha.

A Nicolly foi a primeira bebê com síndrome de Down a participar de um desfile. Com 1 ano e 10 meses. recebeu seu primeiro título de Embaixadora da Beleza Down e Miss baby Popularidade com mais de 9 mil votos via internet.” conta Marina.

Logo após o evento, Marina retornou o contato da coordenadora nacional do Beleza Fashion, e ela disse que a Nicolly já estava na seletiva da categoria Baby “essa categoria não tinha desfile, pois era escolhida pelos coordenadores do evento e a vencedora receberia o título de Miss Brasil Universo 2018 “aceitamos pela representatividade e inclusão social e a Nicolly foi a selecionada para receber o título de Miss Baby.” afirma Marina

Uma princesa❣️

Posted by Crianças Especiais on Thursday, July 25, 2019

A partir de 2018 Nicolly passou a ser modelo fotográfica e também a firmar parcerias com lojas que lhe oferecem os looks para os desfiles.

Nesse período ela já coleciona cinco títulos em diferentes concursos.

Em novembro de 2019 ela foi aclamada a Miss Brasil Beleza Fashion Kids, evento que durou três dias e contou com a participação de 150 candidatos.

View this post on Instagram

Inclusão social são ações que garante a participação por igual de todos na sociedade, independente da classe social, condição física, educação, do gênero, da etnia, entre outros aspectos. . . E foi isso que vivenciamos nesse Evento que é o Maior Concurso de Beleza Do País. . . Esse vídeo retrata de forma real, a inclusão, Nick participando de todas as etapas cabíveis a uma Madrinha de Honra. . . Ver a Nick #emponderada, solta no palco, Brincando e se divertindo com as Candidatas do Evento, foi uma explosão de emoções. . . Isso mostra qu devemos cada vez mais lutar pelos nossos sonhos, em busca de aceitação na sociedade, em busca de #empatia, de #respeito por nós pessoas com necessidades especiais. . . As mães dessas lindas princesas Parabéns por ensinar as suas Filhas que todos somos Iguais. . . ⚜️Direção @edenirvazz ⚜️ Coordenação Estadual @belezafashion_cg . ⚜️Gratidão Imensa: #vestidogala @likdsmodainfantil @bambuluainfantil #lookpiscina @chic_cg #vestidopink @magazinecampogrande #saia @begoniacg #acessorios @somosbellabijoux e @rosestriquer #saiote @anagrinaldas Apoio: @marquinhostrad @jcmattogrosso

A post shared by Marina e Nicolly Miss (@nickmissbaby.t21) on

Bem estar

Mesmo diante dos compromissos da menina, Marina conta que a prioridade é o bem estar da filha. Ela conta durante os eventos e fotos eles procuram não estressar e respeitar sua opinião e limites. 

Objetivo

Todavia, apesar dos prêmios, o foco de Marina e Nicolly é a luta pela inclusão social. A luta delas é para mostrar que as crianças com síndrome de Down podem participar de eventos como qualquer outra criança, mostrando que eles podem ser o que desejarem e estarem onde quiserem.

View this post on Instagram

E ontem eu tive minha primeira noite de Halloween Doces e Travessuras com meus amiguinhos vizinhos desde a barriga. 👻🧛🧙🎃 . . São amiguinhos que não vêem a diferença, tratam com carinho, respeito, empatia. São crianças que são ensinadas pelos pais, que todos somos diferentes e ué devemos ser respeitados.💗🥰 . . Foi uma noite de magia, vendo a alegria da Nick junto com seus amiguinhos, batendo de porta em porta para receber seus docinhos e participar dessa brincadeira que adoça qualquer infância. . . Se rendeu docinhos? Assisti lá no Story🍭🍬🍫😋 . . #nickusa @biababyboutique a corujita que virou bruxinha😂 . . #serdiferenteenormal #halloween #serfeliz #sindromededown #amigosdeinfancia #diversidade #criancafeliz #amormaior #inclusaoreal

A post shared by Marina e Nicolly Miss (@nickmissbaby.t21) on

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

Fonte: Deficiente em foco


Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar