AutismoCrianças EspeciaisEntretenimentoInclusão Social

Marcos Mion e Romeu dançam e encantam a todos


Quem acompanha o apresentador pelas redes sociais Marcos Mion sabe como ele é próximo a sua linda família. Sua família é composta dele, de Suzana Gullo sua esposa, e de seus três filhos Romeu, Antonella e Stefano e seus dois cães Pankeka e Pipo que também fazem parte da família.

View this post on Instagram

Não poderia deixar passar o dia de hoje sem postar uma foto da razão e dos causadores dos meus maiores renascimentos: minha família 💖 . Se vc tem dúvida do que é esse renascer que todo mundo tá falando hoje, eu te dou um exemplo prático: escolhe alguma coisa que vc manda mal em relação a sua família ou alguém que vc se relacione. Agora pare de fazer isso! Entendeu? É simples. . Renascer é fazer escolhas melhores no que diz respeito às pessoas ao seu redor, pois enquanto vc estiver preocupado só com vc, com o que vc sente e quer, vc estará remorrendo. (Se não existir esse termo que passe a existir agora!😄). . Só quando melhoramos a vida de alguém, mudamos nossa postura onde ela está ruim, paramos de fazer algo que magoa ou faz mal a alguém, que renascemos. . Ao casar com a Suzana, renasci como homem perante Deus. E a cada chegada, de cada um dos meus cabeças de amendoim, renasci como ser humano. . Tem uma teoria que diz que o homem não muda, ele se revela ( @jonigalvao ) e eu acrescento que ele se revela até a última cortina, que é o core, o núcleo da sua essência como ser humano. Onde ele tem que se encarar, se aceitar e viver com a sua evolução e aprendizados. Ou com a falta de. . Eu tenho muito orgulho e honra pelo caminho que estou traçando na minha carreira de ser humano. E todos meus renascimentos, às vezes diários, são graças a cada uma dessas pessoas na foto. (Com pelo e sem pelo🙂). . Marque as pessoas por quem vc renasce!

A post shared by Marcos Mion (@marcosmion) on

Ele compartilha momento lindos ao lado deles. Foi o que aconteceu no último dia 1º de maio. Ele compartilhou em seu instagram um momento muito legal com seu filho mais velho Romeu, de 13 anos que tem autismo.

Confira o post

View this post on Instagram

Meu tipo de feriado perfeito💙 . Sim, a gente dança engraçado. Sim, a gente pula. Sim, a gente faz “ÁU” imitando o Michael Jackson. Sim, somos felizes. E bota feliz nisso! Aí eu lembro de tantas pessoas consideradas “normais” que não chegam ao dedo do pé desta felicidade. SOMOS UMA FAMÍLIA AUTISTA COM MUITO ORGULHO E HONRA🧩 . Mas não é o autista que tem problemas para se relacionar? A grande maioria de crianças da idade do Romeo, os “normais”, teriam vergonha de se relacionar e dançar assim com o pai. Que benção poder viver com um serzinho que não poderia ligar menos para convenções sociais ou o que os outros vão pensar…eu quero dançar, danço! Eu quero pular, pulo. Eu quero fazer “ÁU”, faço. . . Afinal uma das lições que aprendi com meu filho autista é “faça o que seu coração manda. Não se preocupe em ter que se encaixar onde outras pessoas, que não tem ideia de quem vc é, acham que é o aceitável, o correto. O certo”. No caso dele, realmente ele não registra que alguém pode pensar alguma coisa sobre a vida do outro. Julgar? Ele não sabe nem o que é! Não é o máximo isso? A atenção está toda no que ele tá sentindo! Não é evolução na sua forma mais linda? . #Autismo #Respeito #Tolerancia

A post shared by Marcos Mion (@marcosmion) on

“Meu tipo de feriado perfeito. Sim, a gente dança engraçado. Sim, a gente pula. Sim, a gente faz ‘ÁU’ imitando o Michael Jackson. Sim, somos felizes. E bota feliz nisso! Aí eu lembro de tantas pessoas consideradas “normais” que não chegam ao dedo do pé desta felicidade. SOMOS UMA FAMÍLIA AUTISTA COM MUITO ORGULHO E HONRA”, escreveu Mion no início de seu post.

Complementando o post ele ainda esclareceu algumas dúvidas acerca do autismo. “Mas não é o autista que tem problemas para se relacionar? A grande maioria de crianças da idade do Romeo, os “normais”, teriam vergonha de se relacionar e dançar assim com o pai. Que benção poder viver com um serzinho que não poderia ligar menos para convenções sociais ou o que os outros vão pensar…eu quero dançar, danço! Eu quero pular, pulo. Eu quero fazer ‘ÁU’, faço“.

Mion ainda finalizou o texto “Afinal uma das lições que aprendi com meu filho autista é ‘faça o que seu coração manda. Não se preocupe em ter que se encaixar onde outras pessoas, que não tem ideia de quem vc é, acham que é o aceitável, o correto. O certo’. No caso dele, realmente ele não registra que alguém pode pensar alguma coisa sobre a vida do outro. Julgar? Ele não sabe nem o que é! Não é o máximo isso? A atenção está toda no que ele tá sentindo! Não é evolução na sua forma mais linda?”.

O vídeo tornou-se um sucesso nas redes sociais e foi visto por mais de 600.000 pessoas e teve mais de 24.000 comentários.

 

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós

Fonte:



Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar