Crianças Especiais

Luto faz com que empresário crie um equipamento para monitorar crianças com câncer

Após a perda de um filho de 2 anos para o câncer o empresário Joel Oliveira, decidiu procurar uma maneira de colaborar com os médicos e  com as famílias para saber quando a criança está em risco de desenvolver doenças secundárias, que podem agravar o seu quadro.

Ele desenvolveu um aplicativo para celulares que recebe as alterações de temperatura e do quadro geral da criança, deixando-as armazenadas de modo organizado e à disposição dos médicos e dos pais.

Para que esse aplicativo funcione há a necessidade que os dados sejam monitorados e encaminhados para ele. Para tanto, é necessário uma espécie de receptor, que ficará adesivado Na pele da criança.

Esse receptor monitorará todo o tipo de alteração e os dados poderiam ser acompanhados pelos médicos que acompanham a criança para que eles possam agir mais rápido.

Segundo o empresário, às crianças com câncer ficam mais suscetíveis a vírus e bactérias e estes podem causar infecções graves, levando esses pequenos pacientes a óbito caso a imunidade esteja baixa.

Com esse monitoramento, os primeiros sinais de uma infecção ou de baixa imunidade são percebidos e, se a situação for alarmante, o aplicativo envia aos médicos um aviso de emergência.

O grande problema é que há necessidade de mais testes e isso não custa barato; como forma de receber recursos suficientes, Joel resolveu usar uma vaquinha e ela ainda está recebendo doações de quaisquer valores.

A vaquinha está no site Benfeitoria e, para fazer uma doação e ajudar Joel a levar o aplicativo de monitoramento adiante. A meta é conseguir R$ 186.000, mas apenas R$ 23.630 foi conseguido até o momento, sendo isso correspondente a somente 12%.

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

Fonte: www.arazao.com.br


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar