Deficiência IntelectualGeralSíndrome de Down

Jovem mexicano com síndrome de Down ganha ouro, quebra recorde mundial e é ignorado

Como é triste termos que contar um fato desses.

Daniel Rodríguez Mascorro é um jovem mexicano da cidade de Tamaulipan Juan, que  ganhou sua terceira medalha de ouro, depois de quebrar o recorde mundial no em prova de corrida de 200 metros.

Ele teve o tempo recorde de 29:39 segundos no Campeonato Mundial de Atletismo para Pessoas com síndrome de Down, que aconteceu na África do Sul.

No entanto, o jovem teve que participar da prova com recursos arrecadados por ele e seu técnico, visto não recebeu nenhum do governo de seu país.

O desempenho do atleta nascido em Ciudad Victoria se torna especialmente relevante depois que ele e seu treinador Ángel Eliud Tovar Tinajero conseguiram superar várias adversidades para obter, primeiro, a autorização para viajar para a Copa do Mundo e, em seguida, obter financiamento para participar do evento.

Daniel subiu ao pódio por três vezes, ganhou ouro, quebrou o recorde mundial, destacou o nome do seu país e mesmo assim continuou sendo ignorado.

No entanto, apesar de ter ganho três medalhas de ouro e dois recordes mundiais, o atleta e seu treinador viajaram sem o apoio financeiro da Federação Mexicana de Esportes Adaptados. Para viajarem Daniel e seu treinador conseguiram reunir recursos financeiros do próprio bolso, do apoio de amigos e cidadãos por meio da mídia e das redes sociais, além de ter recorrido a empréstimos que, uma vez retornados ao México, terão que pagar.

Como o talentoso atleta Angel Eliud Tovar Tinajero mencionou, ele se sente ignorado pelas autoridades de seu país.

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

Fonte:http://www.argumentopolitico.com

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar