Uma pequena erupção vermelha atrás do ouvido de um menino se espalhou por todo o corpo dele em menos de uma hora. E o deixou coberto de bolhas e queimaduras.

Ollie Williams, cinco anos, foi levado às pressas para o hospital, com de risco de vida após ser atingido por uma doença rara chamada síndrome de Stevens-Johnson.

Seu estado ficou tão ruim que seus olhos se fecharam e os médicos foram obrigados a colocá-lo em coma por duas semanas.

A mãe de Ollie, Carly Bates, conta que ele foi “tratado como se tivesse jogado ácido em sua pele” . Ele passou por enxertos  para salvar sua vida.

Ela acrescentou que ele ficou “enrolado como uma múmia” em ataduras da cabeça aos pés, deixando-o irreconhecível.

Os médicos não sabem o que desencadeou a doença. Que também causou um colapso no pulmão, “torceu” o coração e o deixou incapaz de andar.

Nós genuinamente pensamos que íamos perder nosso filho. ‘Eu simplesmente não consigo entender isso acontecendo do nada.“Ele era um menino perfeitamente saudável e, no espaço de poucas horas, ficou lutando por sua vida”., conta Carly.

Ela percebeu que algo estava errado quando seu filho cuspiu sua refeição favorita do McDonald’s. Com isso, ela o levou para o sofá e notou uma pequena erupção vermelha atrás da orelha.

O primeiro diagnóstico

Diante do quadro, a mãe ligou para o hospital e foi informada de que era uma “infecção viral” e para tratá-lo com Calpol, um medicamento que tem como  princípio ativo o Paracetamol.

O paracetamol, em outras palavras também conhecido por acetaminofeno, é um fármaco com propriedades analgésicas e antipiréticas utilizado essencialmente para tratar a febre e a dor leve e moderada, embora existam poucas evidências de que o seu uso seja realmente eficaz no alívio da febre em crianças.

Contudo, como o garoto não melhorou, no dia seguinte Ollie foi levado às pressas para o hospital de Basingstoke e imediatamente colocado em coma induzido.

Os pais Carly e Kelvin Bates se revezaram para ficar ao lado de Ollie, enquanto cuidavam dos outros filhos Courtney, 11, Archie, 8, Jake, 5 e Tommie, 11 meses.

Ollie está agora em casa dois meses após essa provação. Ele terá cicatrizes para toda a vida. As lembranças, ainda mais ficarão gravadas em razão de Ollie ter um irmão gêmeo Jake.

Todavia, ele finalmente foi liberado do hospital em 29 de maio, por outro lado, ainda está fora da escola. Ele está reaprendendo a andar com a ajuda de um andador e e faz fisioterapia toda semana.

A síndrome 

Por fim, a síndrome de Stevens-Johnson é um distúrbio grave da pele e das membranas, que geralmente é uma reação a um medicamento ou a uma infecção.

Ela causa lesão na pele, olhos bem como nas mucosas. É um tipo de hipersensibilidade mediada por células CD8 citotóxicas. As erupções cutâneas podem afetar olhos, nariz, uretra, vagina, trato gastrointestinal ou trato respiratório, ocasionando processos de necrose.

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

Fonte: https://metro.co.uk

Imagem: Reprodução SWNS

 

 

 


Garoto de 5 anos luta pela vida após ser medicado com paracetamol


Post navegação


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *