Autismo

Equoterapia colabora para o desenvolvimento de crianças com necessidades especiais


Angélica Lorenzetti de Souza Purcino teve eclampsia durante a gravidez o que causou uma paralisia cerebral em Luiz Felipe e desde o seu nascimento, em 14/04/2011. A família busca todos os tratamentos necessários para que ele possa se desenvolver e ter qualidade de vida.

Angélica e o marido Luiz Paulo Flores Purcino foram surpreendidos quando a Apae de Andradina e o equoterapeuta Carlos Eduardo Conti informaram que Luiz Felipe era uma das dez crianças adotadas pela Águas Andradina para custear o tratamento de Equoterapia. “Nossa alegria foi imensurável”, diz ela que se dedica 24 horas por dia ao filho.

Com a equoterapia, ela viu o filho ficar mais esperto e arteiro. “Não fica mais parado, se movimenta o tempo todo”, comenta ela com risos nos lábios. Além das aulas, Luiz Felipe faz fonoaudiologia e terapia ocupacional, todos na Apae Andradina e fisioterpia no plano de saúde. “Este é um treinamento é um tratamento de custo alto, por isso, saber que meu filho está recebendo este tratamento é muito importante para mim”, conta Angélica.

Agora, mãe e  fisioterapeuta que o acompanham aguardam ansiosas o primeiro engatinho de Luiz Felipe. “Tudo é uma questão de tempo e dedicação, e só temos a agradecer a todos que nos ajudaram nesta caminhada. Meu menino é muito amado e nos retribui a todo instante”, finaliza ela.

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

Fonte: https://www.hojemais.com.br



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar