Autismo

Enfermeira adota homem cardiopata com autismo e salva a vida dele

Enfermeira adota homem cardiopata com autismo e salva a vida dele


 

Uma enfermeira adotou um homem cardiopata e com autismo e com isso salvou a vida dele. Essa história aconteceu no estado da Georgia nos Estados Unidos. Lori Wood, de 57 anos, que trabalha na UTI do Hospital Piedmont Newnan, na Geórgia, EUA, decidiu adotar Jonathan Pinkard depois de atender ao paciente, em 2018.⁣
⁣⁣
⁣O homem precisava com urgência de um transplante de coração, mas não o conseguia pois era necessário ter alguém para cuidar dele após a cirurgia. Em alguns estados americanos há uma exigência médica para que os receptores de órgãos tenham alguém para cuidar deles após a operação.

Sua avó havia falecido e sua mãe estava na reabilitação.

Mas o destino, felizmente sorriu para Jonathan e  ele conheceu Lori Wood. A conexão entre eles foi imediata, ambos amavam futebol, e o  programa de TV Family Feud.⁣

Ao ter ciência de sua história, a enfermeira se ofereceu para adotá-lo e se tornar sua guardiã legal, para que ele pudesse ser colocado na lista de transplantes.

O transplante

O transplante foi um sucesso e desde agosto deste ano Jonathan tem um novo coração.

O rapaz chama Lori carinhosamente de “mamãe”. Ela monitora os medicamentos do rapaz e cuida dele até hoje. A enfermeira também tem ensinado a Jonathan a ser independente.

Em algum momento, Deus coloca as pessoas em situações na sua vida e você tem a opção de fazer algo a respeito. E eu acho … que para esta situação não havia escolha. Realmente não foi planejado. Ele teve que voltar para casa comigo”, disse a enfermeira ao Piedmont Healthcare.

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

Fonte: Upworthy

 



Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar