Um vídeo vem chamando a atenção nas redes socias. Chamando a atenção pela crueldade.
Um garoto de dez anos, com o  nome de João, com autismo, que deveria ter sido acolhido e cuidado foi agredido supostamente pela terapeuta ocupacional. A terapeuta ocupacional, ora identificada como Manu Pinheiro, e sua mãe, conhecida como Marcileia,  agrediram fiscamente e verbalmente o garoto, em espaço especializado denominado “A Fazendinha”, em Castanhal, no Pará. O caso ficou conhecido quando o vídeo das agressões começou a circular na tarde da quarta-feira, 22, pelas redes sociais.
O vídeo começa com o garoto dando um tapa em uma das mulheres, que revida o tapa do menino, e começa a gritar com ele. A outra mulher que estava no chão mexendo no celular levanta e ameaça o garoto com um cinto.

Um dos objetos usados para ameaçar a criança era um cinto de couro. Todavia, segundo a família, a mãe do menino ficou bastante abalada e revoldada quando soube do vídeo após ele viralizar nas redes sociais.

Não se sabe quem gravou o vídeo, mas aparentemente a câmera estava escondida no local onde eles estavam.

Contudo, o caso foi encaminhado para a promotoria da infância em Castanhal. De acordo com a promotora de justiça de Marituba, Ana Maria Magalhães, que é amiga da mãe da criança, a criança ficou abalada. “A criança chegava em casa pedindo desculpas toda hora e a mãe não sabia do que ele estava falando”, afirmou.

Assista:

 

 

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós !

Fonte: https://www.romanews.com.br


Criança autista é agredida por terapeuta ocupacional em Castanhal


Post navegação


5 pensamentos “Criança autista é agredida por terapeuta ocupacional em Castanhal

  1. Minha filha também foi agredida ontem, segundo testemunhas da escola dela, ela te down, e foi arrastada pela professora escada abaixo..
    Infelizmente temos que ficar de olho e cuidar das nossas crianças.

  2. Os profissionais devem ter treinamentos,para lidar com crianças autista e também com as crianças é adolescentes obedecendo o ECA é as leis…

  3. Meu Neto e autista,sou terapeuta e tudo faço para o desenvolvimento dele,a terapeuta alvo da questão não conheçe o autismo,não sabe tratar nem o jumento da fazendinha,professores, médicos,atendentes,o ser humano em geral é despreparado para lidar com estas crianças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *