Deficiência

Bebê que nasceu sem parte do cérebro comemora seu primeiro ano

Bebê que nasceu sem parte do cérebro comemora seu primeiro ano

Um bebê de Austin, no Texas nos Estados Unidos que nasceu sem a maior parte do cérebro comemorou seu primeiro aninho.

Contrariando os prognósticos médicos Ozzie Gordon superou todas a expectativas e após um ano está bem e saudável.

Sua condição foi descoberta ainda no ventre de sua mãe. Um problema com o desenvolvimento do seu cérebro foi constatado pelos médicos. O próprios médicos que deram prognostico de que ele viria a óbito após seu nascimento.

Foi sugerido pelos médicos para seus pais Omobola e Checotah Gordon que a gestação não fosse até o fim. Mas eles se recusaram.

Todavia, o casal se preparou para despedir-se do menino após o nascimento dele.

 O nascimento

Ao nascer foi confirmado pela equipe médica que o bebê tinha má formações no crânio e havia nascido sem boa parte do cérebro.

Mesmo a condição sendo considerada como fatal, Ozzie desafiou o prognóstico médico e comemorou seu primeiro aniversário junto de sua família, no último mês de outubro.

O que ajudou Ozzie a sobreviver foi uma cirurgia que corrigiu parte da protuberância que havia na parte de trás da cabeça da criança.

Segundo entrevista de seus pais ao jornal Britânico Daily Mirror eles consideram o filho um milagre.

A mãe de Ozzi contou a publicação britânica que as pessoas sempre lhes dizem que nosso filho é um milagre e ele é uma benção para nossa família. Felizmente, as pessoas sempre têm algo positivo para lhes  dizerem. Eles esperam dar ao filho a melhor vida possível.

No entanto,  eles desejam que o filho tenha a vida mais próxima do normal possível. E esperam que ele seja aceito pela sociedade, apesar de não ter boa parte do cérebro. Esperam também que nosso filho seja um exemplo e toque o coração das pessoas, mostrando que milagres podem acontecer e que crianças especiais merecem tanto amor e cuidado quanto outras crianças.

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

Fonte:https://bebemamae.com


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar