Inclusão SocialLivros e Brinquedos

Barbie amplia sua linha de brinquedos inclusivos

Barbie amplia sua linha de brinquedos inclusivos

O sonho de todas as meninas é ter uma boneca que a represente, a qual pode se identificar.

Aquele estigma criado pela boneca Barbie nas décadas de 80 e 90 da perfeição, da boneca branca e loira como “padrão” foi deixado para trás.

Pensando em uma forma de mudar sua imagem, a empresa norte americana de brinquedos Mattel fez mudanças consistentes nos últimos anos para garantir que sua franquia Barbie represente uma gama maior de pessoas.

No último dia 28, a empresa compartilhou seus planos para promover esses esforços.

Reprodução

 

Em um comunicado especia por meio de sua assessoria de imprensa, a Mattel anunciou que expandirá sua linha de bonecas Barbie Fashionista, que se tornaram mais inclusivas a partir de 2016.  Enquanto a linha já apresenta bonecas de diferentes alturas, tipos de corpo, deficiência e cores de pele, agora receberá uma boneca com vitiligo e uma Barbie sem cabelo.

A Mattel também criou uma Barbie negra com prótese, um boneco Ken de cabelos longos.

De acordo com o comunicado, essa á a primeira vez que a Barbie vende bonecas com vitiligo e sem cabelos. Bem como é a primeira vez que serão comercializados uma boneca negra com prótese e um Ken de cabelos longos.

Além das novas bonecas, a Barbie também trará de volta bonecas Fashionistas populares de anos anteriores – como a Barbie em cadeira de rodas. Alguns desses bonecos, assim como os modelos mais recentes, foram projetados com a ajuda de vários especialistas.

Reprodução Mattel

 

Para criar uma boneca com vitiligo, por exemplo, a Mattel consultou dermatologistas. A empresa também trabalhou anteriormente com uma criança com deficiência para criar bonecas com prótese.

De acordo com um representante da Mattel, algumas das novas Barbies – incluindo uma com vitiligo e Ken com cabelos compridos já estão disponíveis online e nas lojas por US $ 9,99. Outros bonecos da coleção serão vendidos a partir de junho.

Não há previsão de chegada no Brasil

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

Fonte:https://www-businessinsider-com.cdn.ampproject.org

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar