A  série britânica “How The Other Kids Live” (Como outras crianças vivem) conta com a participação de dois gêmeos que juntos derreteram o coração do público.

Billy e Tom Moxon, são irmãos gêmeos que apareceram no primeiro episódio de “Como as outras crianças vivem”.

O episódio que contou com a presença dos irmãos deixou o público muito emocionado. Os telespectadores derramaram muitas lágrimas em razão da relação entre um menino de nove anos e seu irmão gêmeo com síndrome de Down.

O objetivo da série britânica é reunir para crianças de diferentes origens que nunca teriam contato.

Billy e Tom Moxon foram dois dos protagonistas desse episódio, juntamente com Brendan McMasters , um menino católico de nove anos de idade e Yasmin Kolawole , uma menina muçulmana de sete anos. Os quatro foram brincar na casa de cinco quartos Moxon, na cidade de Birmingham, Inglaterra.

Durante o programa a mãe estava muito preocupada com a condição de Tom, pois significa que muitas vezes  ele é excluído do resto do grupo, quando ela não está presente para cuidar dele.

Mas foi então que Billy, muito maduro,  prometeu cuidar de seu irmão, a quem descreveu como um menino que é “gentil com todos”.

Foi Billy que acompanhou seu irmão o dia todo para que ele pudesse brincar com o resto do grupo.

Nascimento

Falando de seus filhos, a mãe Sian explicou como eles nasceram com a ajuda de um tratamento de fertilização in vitro (FIV). “O primeiro ultrassom que tivemos foi realmente impactante. Já que eles nos disseram ‘havia um problema com um dos bebês, pois havia um fluido no cérebro dele, ele que ele teria um sério dano cerebral ‘”, ela lembrou. ” Foi simplesmente horrível .”

Quando as crianças nasceram e Tom foi diagnosticado com síndrome de Down. Ficamos absolutamente encantados porque é uma doença conhecida “, admitiu Sian. “Ele ia ser capaz de andar, conversar, ter uma ótima qualidade de vida, nunca foi um problema, estamos muito satisfeitos com a nossa família.“.

Referindo-se a Billy, a mãe disse que ele era um menino “reflexivo” e “intuitivo” que, desde pouca idade, assumiu a responsabilidade de cuidar de seu irmão. “ Muitas vezes tenho que cuidar de Tom “, disse Billy. “Às vezes ele tenta fugir, então eu tenho que pará-lo, eu só tenho que vê-lo.”

Se ele se sente triste, então eu vou cuidar dele“, disse Billy.

Com um nível de maturidade e empatia que excedia seus anos , Billy encorajou Tom a ir ao banheiro na casa de seu amigo, acompanhando-o até um quarto e, em seguida, lentamente, ajudando-o a descer as escadas.

Então, Tom se referiu ao irmão: “Eu o amo, ele é o melhor homem do mundo“.

 

Esse relato faz parte das nossas pesquisar de casos de gêmeos bivitelinos com síndrome de Down, onde um tem a síndrome e o outro não.

Fonte: https://www.infobae.com – tradução livre

Imagens reprodução: www.chanel4.com / http://www.pretty52.com


Menino de 9 anos cuida do irmão gêmeo com síndrome de Down para que ele possa brincar. “Eu o amo, ele é o melhor homem do mundo.”

Post navegação


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *