Após adquirir um veículo automotor, de uma fábrica de brinquedos, a mãe Viviane Roque Santos, de 36 anos, mãe do Lucas entrou em contato com o SAC  –  Serviço de Atendimento ao Consumidor. Foi informado a ela que no momento a fábrica não comercializava e nem fabricava brinquedos para crianças especiais.

Mas a mãe não se deu por vencida, insistiu, negociou e explicou a fábrica qual era a demanda do seu filho: um carrinho motorizado e adaptado as necessidades dele.

Um tempo após as reivindicações da mãe, o menino recebeu em casa um Mini Cooper vermelho. Devidamente adaptado as necessidades dele, onde para ele acionar e acelerar o veículo foi adaptado um botão.

Lucas nasceu com uma síndrome rara chamada síndrome do fêmur parcial. A síndrome causou além de fenda palatina (abertura no lábio), micrognatia (mandíbula inferior pequena), pulmão subdesenvolvido, fêmur encurtado bilateral e má formação do quadril joelho e pés. Pelo fato de um de seus cotovelos ser fundido, ele não consegue movimentar um dos braços.

Para algumas pessoas, talvez o carro pareça desnecessário ou até um artigo de luxo, mas não é. Dirigir o carrinho, além de ser uma brincadeira, contribui para o seu desenvolvimento motor e lhe dá mais autonomia.

Segundo a mãe, as pessoas precisam ser mais sensíveis e flexíveis com o próximo, pois eles não sabem o que eles estão passando. Isso foi o que a fez não desistir da adaptação do carrinho.

A própria fabricante, a Brinquedos Bandeirante reconheceu que houve uma falha de comunicação e pediu desculpas à família.

Felicidade

A fábrica entregou o carrinho adaptado ao menino, sem qualquer custo de adaptação, a família apenas desembolsou o valor do carrinho.

Para a mãe o mais importante é incentivar outras mães especiais a lutar por aquilo que acreditam ser melhor para os filhos. “Nem sempre o mercado vai atender todas as diferenças e necessidades, mas é nosso papel tentar”, relata a mãe

A fábrica Brinquedos Bandeirante relatou que “desenvolve adaptações em brinquedos, atendendo crianças com necessidades especiais há mais de 60 anos”.

Fato o qual eu pude ser testemunha quando trabalhei por mais de 8 anos na indústria de brinquedos. A Brinquedos Bandeirantes é uma das fábricas de brinquedos mais comprometidas com o seu cliente. Acredito que, realmente foi apenas um problema de comunicação.

Por fim, o importante é que, o carrinho foi adaptado, ficou perfeito e o menino está muito feliz.

View this post on Instagram

Buscávamos um carrinho para o Lucas, que além da diversão, trouxesse a ele também independência. Devido a má formação dos membros inferiores, o pezinho dele não alcançava o acelerador, o que não permitia que controlasse o carrinho sozinho. Procuramos no mercado alguma opção de controle nas mãos, mas infelizmente não encontramos. Com esperanças de encontrar pessoas dispostas a ajudar, enviamos um e-mail a um grande fabricante, solicitando a possibilidade de nos ajudar na adaptação do carro. Não pedimos o carro, pagaríamos por ele (aliás, pagamos), mas gostaríamos de que a adaptação fosse feita pelo fabricante. Nossa surpresa foi após uma semana de diálogo com eles, recebemos uma ligação da atendente Esther, toda animada dizendo: "Conseguimos!! Instalamos o acelerador no volante como a senhora gostaria!!". Sua alegria e vibração encheu meu coração de alegria. A questão aqui não era o carro, não era o botão no volante, a questão é, aliás é o motivo deste post, a gentileza e disposição em ajudar! ISSO É AMOR!!!! ISSO É INCLUSÃO!! Sim! O Lucas agora tem um carro com acelerador no volante, que pode controlar sozinho e independente, além de divertir ainda mais. Aqui fica minha gratidão a Brinquedos Bandeirante @brinquedosbandeiranteoficial e toda a sua equipe (Gregório, Marcos, Esther, Joana e outros que não tenho o nome), todos que com amor buscaram atender a necessidade do meu filho!! . "A única forma de chegar ao impossível é acreditar que é possível." . #gratidão #inclusão #independência #brincarfazbem #luquinhasguerreiro #lucasoguerreiro #meninodeferro #superação #umdiadecadavez #Deusébom

A post shared by luquinhas guerreiro (@luquinhasguerreiro) on

Deixe-nos saber o que você achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

 

 

 

 


Menino com síndrome rara tem carrinho adaptado por fábrica

Post navegação


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *