AutismoDeficiênciaDeficiência AuditivaSíndrome de Down

Mãe cria acessório para ajudar a filha com necessidades especiais em caso de emergência


Uma ideia simples de uma mãe preocupada com a segurança de seu filha tornou-se um sucesso instantâneo.

Mãe de cinco crianças, Natalie Bell, postou em seu Facebook fotos de uma capa de cinto de segurança que ela fez com as  informações médicas de sua filha em caso de acidente.

O post

O post tornou-se viral e em poucos dias, ela tinha milhares de pedidos para as capas de todo o mundo.

I always wonder what would happen if I was in a car accident with my daughter in the car and I was unable to let the…

Posted by Personalised by Nat on Tuesday, June 4, 2019

As capas, que são feitas com velcro para que possam ser presas aos cintos de segurança ou a uma mochila escolar. O texto é em cores vivas para serem facilmente vistas.

Natalie contou que fez sua primeira capa de cinto, porque estava preocupada com o que poderia acontecer se sua filha Shae, que é deficiente auditiva, estivesse em um acidente e a equipe médica não soubesse que ela não podia fazer uma ressonância magnética porque tinha um implante coclear.

“É uma coisa de segurança . Porque qualquer um pode ser um socorrista no local de um acidente”, conta ela.

Para Natalie, seu produto será a primeira coisa que será vista após a porta do carro ser aberta. Ela conta que uma pulseira com as informações também ajudaria. Mas o cinto é mais fácil de se enxergar em uma situação de emergência.

Natalie disse que ela começou a fazer as capas de cinto de segurança e outros itens personalizados para poder ter uma renda extra e se ocupar durante a semana.

Vendas

As capas estão sendo vendidas em seu site por 15 dólares em seu site. O site dela é  https://personalisedbynat.com

Suas capas fizeram tanto sucesso que agora ela tem pedidos em diferentes idiomas, mas neste momento está apenas fazendo as em inglês.

O diretor executivo da Diabetes Victoria, Craig Bennett, disse acreditar que foi uma “ótima ideia”, especialmente para os jovens com diabetes tipo 1 que precisam tomar insulina regularmente.

“Se houve um acidente, pode ser útil para os paramédicos, espectadores ou atendentes médicos estarem cientes das condições de saúde relevantes para aqueles envolvidos em acidentes“, disse ele.

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nos.

Fonte: https://www.abc.net.au

Tradução livre: Equipe Crianças Especiais

 

 

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar