Deficiência Física

Jovem que sofreu terrível queimadura quando criança aguarda cirurgia pioneira para enxergar novamente

Jovem que sofreu terrível queimadura quando criança aguarda cirurgia pioneira para enxergar novamente


Um jovem, de Glaveston, no Texas, nos Estados Unidos que sofreu uma terrível queimadura e cegueira após um acidente quando criança. Por isso, espera que uma cirurgia pioneira possa ajudá-lo a enxergar sua família novamente.

Zaid Garcia, 16 anos, desafiou todas as previsões médicas e sobreviveu depois de 80% do seu corpo ser queimado em um incêndio quando uma vela caiu em sua cama quando ele tinha dois anos.

Todavia, para poder realizar as cirurgias ele está arrecadando recursos para para remoção da camada de pele que cobre os olhos e outra cirurgia cirurgia de reconstrução das pálpebras, para ajudá-lo a ver novamente.

No entanto, o adolescente feriu-se quando morava em seu país natal, o México. Depois foi levado para um hospital em San Antonio, Texas, para tratamento especializado.

Zaid, em sua página do GoFundMe contou um pouco da sua história:

Quando eu tinha dois anos e meio, minha mãe me levou para a cama e … uma vela caiu e pegou fogo. Fiquei super ferido. Já fiz tantas operações agora que nem me lembro. Provavelmente vou fazer mais enxertos de pele. Eles amputaram minhas duas mãos e os dedos também. Eu tenho minhas pernas e pés”.

O jovem acrescentou: “Tenho cinco dedos na mão esquerda e um na direita.  Eu não ando normalmente. Eu não dou um passo. Os médicos fecharam meus olhos sob a pele. Não sei por que eles não os tiraram, provavelmente porque pensaram que eu veria no futuro“.

Contudo, diante da situação, Zaid ficou tão angustiado com sua provação que tentou tirar sua própria vida, mas agora superou suas queimaduras e no momento está focado em ver sua família novamente.

Então, minha próxima esperança é recuperar minha visão. Estou cego desde o acidente. Se eu fizesse essa cirurgia, seria a primeira vez que veria o mundo  (desde antes do incêndio). Ser capaz de ver minha família novamente depois de 14 anos seria bom. Eu acho que vai ser legal. A primeira coisa que quero ver seria um dos meus amigos.  Minha melhor amiga da escola, Julia. Eu gostaria de ver a beleza dela, eu acho”.

A campanha criada no último dia 15 tinha como objetivo arrecadar US$ 50.000 (R$ 200 mil), mas até o momento, 13 dias depois, já arrecadaram mais de US$ 300.000 (aproximadamente R$ 1,2 milhões).

Para saber mais ou doar clique aqui.

Foto: Go Fundme

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar