Síndrome de Down

Jovem com síndrome de Down comemora formatura em desfile

Jovem com síndrome de Down comemora formatura em desfile

A jovem Talita Alves Bezerra, de 28 ano ama praticar esportes. E não é por menos que escolheu o curso de Educação Física para se graduar. Ela tem síndrome de Down e é bacharel em Educação Física na Paraíba.

Estatísticas

O número de pessoas com síndrome de Down que estão ou já estiveram em uma instituição de ensino superior (IES) é pequeno, mas vem aumentando no Brasil. Segundo dados do Movimento Down, estima-se que hajam 75 pessoas graduadas com síndrome de Down, hoje, no país. Talita faz parte deste grupo.

Em um desfile beneficente, que aconteceu no último dia 24, ela usou o vestido de formatura da conclusão da 3ª série do ensino médio.

A peça foi doada por ela para ser vendida e ajudar a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), em Campina Grande.

A jovem esbanjou simpatia e desfilou duas vezes. Talita aproveitou os momentos que ficou na passarela para celebrar e compartilhar a sensação de vitória por ter concluído o curso superior na área que ela mais se identifica.

A formatura

A profissional de Educação Física sempre mostrou aptidão para a dança. Simpática e extrovertida, ela contou sobre as experiências que coleciona. “Eu gosto de dançar balé, dança de salão e do ventre”.

A formatura em um curso superior foi uma grande conquista, mas a mãe dela, Iraquitania Alves Bezerra, de 58 anos, confessa que o caminho percorrido pelas duas sempre esteve cheio de obstáculos.

No momento,  mãe e filha moram em Patos, no interior da Paraíba, onde a jovem cursa a segunda faculdade: Licenciatura em Educação Física.  A justificativa para investir na licenciatura é que Talita deseja ser professora de dança da APAE.

Além da dança, Talita participa de modalidades esportivas como natação e judô. As atividades não ajudaram apenas no desenvolvimento da jovem, mas na autoestima também.

Eu estou muito feliz e realizada”, disse Talita.

Deixe-nos saber o que achou porque sua opinião é muito importante para nós.

Fonte: G1

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar