DeficiênciaDeficiência Física

Garoto supera paralisia cerebral e se torna DJ em Santa Catarina


Em nossas redes falamos muito de superação, de inclusão e com isso não poderíamos deixar essa história de lado. A história de um garoto nascido em 1990, em uma família muito humilde e batalhadora de SC.

Filho de agricultores, Rodrigo nasceu com o cordão umbilical enroscado em seu pescoço, causando paralisia cerebral. Ele tem dificuldade na fala, nos membros superiores e no caminhar também. Mas nada o impede de fazer algo, principalmente: SONHAR.

Com dois anos de idade Rodrigo iniciou seus estudos na APAE onde ficou até os 20 anos. Mas até hoje ele é atendido para suas sessões de fisioterapia, fonoaudiologia, psicológico e terapia ocupacional. APAE foi muito importante para ele para que ele pudesse conquistar tudo que conquistou até hoje.

A vida nunca foi fácil para o rapaz. Ele só consegui andar sem apoio as 14 anos. Depois dessa habilidade desenvolvida, o rapaz começou a escrever e fazer pinturas em telas.

Aos 15 anos iniciou os estudos na escola de Educação de Jovens e Adultos (EJA) e rapidamente escrevia.

Anos depois o rapaz foi agraciado com um computador de mesa por dois empresários da região. Com isso, ele foi aprendendo a “mexer”com música, convertendo as músicas de CDS dos primos para o computador. Nesse processo ele foi  ouvindo uns ‘remixes’ e ‘dance’ e se interessou pela música.

Como tudo na vida do rapaz está relacionado a grandes lutas, em 2007 invadiram sua casa e roubaram seu computador. Mas esse roubo não foi suficiente para acabar com seus sonhos. A notícia do roubo foi veiculada em todo o estado de SC, até que um empresário de Florianópolis leu a matéria e doou para ele um novo computador. Com o tempo tornaram-se amigos e o empresário doou para ele um notebook para que ele realizasse suas atividades dentro da sala de aula.

Em 2011 concluiu o ensino médio, com muito esforço e dedicação. Ele queria fazer faculdade, porém o curso que ele desejava ficava a quilômetros de sua casa, e para ele ir ele precisava de uma outra pessoa para ajudá-lo. Rodrigo sempre desejou trabalhar de uma forma que pudesse dar a seus pais uma vida melhor, pois desde pequeno os vê de sol a sol na roça para dar um futuro melhor a ele e a irmã.

Com isso teve uma ideia. “Já que eu tenho um notebook e gosto de música porque não tentar carreira de Deejay (DJ)? Já que adquiri habilidade com os pés, mexo no computador com os pés”, relata Rodrigo

Para o trabalho, escolheu um nome artístico: Rodrigo Pé, nome que é conhecido até hoje. Então, começou a trabalhar em aniversários e casamentos com o cachê de 50 reais e foi dando certo. Em 2012 comprou uma controladora bem simples para facilitar suas apresentações.

11252019_810492925731982_8612117723629085261_n

O ano de 2013 foi um grande ano para o rapaz, participou de DVD´s, clipes e fez novas parcerias.

Já em 2014 o trabalho do rapaz teve grande repercussão, foi agraciado com um novo notebook e uma controladora mais moderna e naquele mesmo ano participou de um programa de TV.

Os anos seguintes foram fracos de trabalho, mas Rodrigo não desistiu de ir em  busca dos seus sonhos e objetivos. Seu sonho é tornar-se um grande DJ, fazer shows, acompanhar cantores.  Rodrigo é perseverante. “Fico imaginado: ‘um dia vou chegar lá’. Como Deivid Guetta, Alok e entre outros DJs, produtores e cantores do mundo inteiro. Me faz sonhar e não desistir”.

Hoje, Rodrigo é conhecido como o primeiro Deejay do Brasil a tocar com os pés.

Seu maior sonho é montar um Home Studio Profissional, mas como é muito caro, ele batalha fazendo show e divulgando seu trabalho, enquanto junta dinheiro para realizar este sonho.

Seu objetivo de vida é que ele possa continuar seu trabalho sempre com qualidade levando alegria, auto estima para todos por meio da música e mostrar para as pessoas que sonham que não desistam deles, Rodrigo relata “Se até eu consegui, eles também conseguem. Basta ter força de vontade, acreditar e muita fé!”

Falamos tanto de inclusão de dar oportunidades às pessoas com deficiência, por que não damos chance àqueles que trabalham bem? O trabalho do Rodrigo é impecável. Os seus vídeos contagiam a todos que os assistem.

[wpvideo nwV1F4Tz ]

Temos que dar chance aos nossos jovens deficientes para que eles consigam conquistar seu espaço cada vez  mais. E se depender da positividade e força de vontade de Rodrigo o céu será o limite para ele.

Para entrar em contato com ele:

Fan Page: www.facebook.com/djrodrigopeoficial

Instagram: @djrodrigopeoficial

Twitter: @djrodrigopeofc

Youtube: https://www.youtube.com/DJRodrigoPe

Email: [email protected]

Deixe-nos saber o que você achou. Sua opinião é muito importante para nós.



Etiquetas

3 Comentários

  1. Muito legal, a mãe dele era minha amiga de infãncia, conheci ele ainda bebê em uma festinha da familia, me chamou atenção, na ocasião, que seus primos e amiguinhos pequenos, ficavam en sua volta brincando e ajudando na alimentação. Não o deixavam de lado, já o incluiam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar