DeficiênciaDeficiência IntelectualLegislaçãoSíndrome de Down

Casal com síndrome de down com história inesquecível se despede


Paul Scharoun-DeForge, faleceu no último dia 30 de março, em Siracuse, Nova Iorque, nos Estados Unidos. Seu falecimento foi devido a com complicações relacionadas a doença de Alzheimer.

Ele tinha apenas 56 anos. Sua mãe Lorraine DeForge, disse que quando ele nasceu disseram a família para não esperar muito dele, que seria melhor deixar seu filho recém-nascido em uma instituição de caridade e depois de ir embora.

Seus pais não deram ouvidos aos médicos. Em vez disso, contrariando tudo e a todos Paul teve uma vida fenomenal. Ele foi parte de uma história de amor pioneira e importante, que atraiu a atenção de todo o mundo.

O casamento

Em 1994, ele se casou com Kris, uma jovem que como ele tinha síndrome de Down. Ele a conheceu em um baile.

A decisão do casal foi um passo revolucionário que mudou a vida de muitas pessoas com essa condição. Foi um marco inclusive em relação aos direitos civis das pessoas com deficiência intelectual. Acredita-se que o casamento deles de 25 anos esteja entre os mais longos da história de duas pessoas com essa condição genética.

Segundo a mãe Lorraine, o que eles fizeram abriu caminho para outros casais ao redor do mundo.

Como acontece com muitos adultos com síndrome de Down, Paul começou a mostrar sinais de demência no estágio inicial.

Em razão disso, Kris Scharoun-DeForge, com o apoio de seus amigos e familiares, requereu ao estado que permitisse que o casal ficasse junto em um apartamento em Syracuse, onde moravam, com uma equipe de apoio.

Porém, lamentavelmente, os problemas médicos de Paul foram se agravando e ele teve que se mudar para uma  residência comunitária que oferecia cuidados de enfermagem intensivos. Kris estava sempre ao lado de Paul.

Histórias memoráveis

No verão passado, Kris estava se recuperando de pneumonia quando Paul foi visitá-la, em seu aniversário, no Hospital da Universidade de Upstate, em Syracuse. Ambos estavam em cadeiras de rodas quando renovaram seus votos matrimoniais na capela do hospital. Essa cena tornou-se memorável.

Seis meses depois, no dia dos namorados, Kris, de 59 anos, se recuperou da doença e passou o dia com Paul. Eles receberam uma visita surpresa do Harmony Katz, um coro de músicos  de Syracuse, que canta a capela. O grupo tomou conhecimento dessa linda história de amor e quis prestar essa homenagem.

Enquanto ouvia suas músicas favoritas Kris abraçava o marido.

“Ela sempre nos disse que quando ela via Paul, ela via seu futuro”, disse Lorraine.

Quanto a Paul, sua vida fez a ponte entre uma era de grandes mudanças para aqueles que nasceram com deficiência intelectual.

Os pediatras queriam colocá-lo em uma instituição para deficientes mentais. Mas ele frequentou a escola de sua cidade,  realizou vários trabalhos e se tornou uma figura cívica familiar. Uma pessoa cuja ética de trabalho e natureza altruísta fez com que ele fosse homenageado como “Pessoa do Ano “, em 2013.

 

Paul e Kris Scharoun-DeForge no dia do casamento, 1994

A despedida

Todavia, pouco antes de sua morte, Kris desenhou uma foto de uma borboleta pendurada na parede na cama de Paul, com uma nota dizendo-lhe como ele era “o homem dos meus sonhos”. Quando ela soube do falecimento de seu marido, descreveu a sua dor da seguinte maneira: “Eu choro um pouco para deixar sair, e então eu paro.”

Lorraine DeForge é grata a Kris por tudo e por todo o apoio. Paul era muito querido pelo seus sete irmãos. Principalmente, Jerry, que tinha apenas 14 meses de diferença de idade dele. Jerry estava com ele na hora de sua partida.

Segundo Jerry, Paul eles eram amigos antes de serem irmãos. Tudo o que ele fez, eu fiz, e o que eu fiz, ele fez.”

Esse pacto foi mantido até o final, quando Jerry sentiu o que estava prestes a acontecer. Ele perguntou às enfermeiras da sala se tudo ficaria bem, então ele subiu na cama e segurou seu irmão.

Fonte: https://buffalonews.com



Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar