DeficiênciaDeficiência Física

Bebê supera as expectativas após nascer com cisto gigante


Katie Nolan e seu marido Ciaran Delaney, vivem em Carlow, na  Irlanda, ambos têm 31 anos. Eles foram avisados ​​pelos médicos para se prepararem para o pior quando a pequena Evie nasceu, em dezembro.

https://www.instagram.com/p/BrDBX0rFoZu/?utm_source=ig_web_button_share_sheet

Os médicos a diagnosticaram com 20 semanas de gestação, que a pequena nasceria com higromas císticos, que consiste em uma  coleção de cistos cheios de líquido.

Após o nascimento, Evie não conseguiria respirar sozinha, em razão das suas vias aéreas estarem bloqueadas pelos cistos. Todavia, após seis meses de internação e uma abertura artificial em suas vias aéreas Evie pode ir para casa.

Gravidez

A gravidez  foi descoberta pelo casal, após eles retornarem da lua de mel em São Francisco, nos Estados Unidos, em abril passado.

https://www.instagram.com/p/BkpjvJ9luxc/?utm_source=ig_web_button_share_sheet

Durante a gravidez, após os exames de rotina, o casal foi informado de que seu bebê apresentava higromismos císticos. Condição rara que afeta até 1% dos recém-nascidos no Reino Unido.

O casal que também tem outra filha Aila de 6 anos, foi orientado a se preparar para o pior quando descobriram que os cistos atrapalhariam a respiração de seu bebê.

O nascimento

Evie nasceu de cesariana por meio de um procedimento chamado EXIT. Foram necessárias 37 equipes médicas recrutadas de três hospitais para ela nascer.  Foi necessário também, assim que ela nasceu, antes mesmo de cortarem o cordão umbilical, uma traqueostomia para que ela respirasse. Esse procedimento é utilizado para bebês com dificuldades respiratórias.

Ela sobreviveu  no ventre de sua mãe durante a gestação, porque os bebês não respiram dentro do útero.

A menina ficou mais de seis meses internada no hospital. Para poder sair do hospital seus pais passaram por um treinamento intensivo  por mais de dois meses para poder dar o suporte correto para a menina.

Ela foi submetida a várias cirurgia para poder respirar melhor superando todas as expectativas. Agora, em casa ela conta com uma equipe de enfermeiras durante dia e noite.

No entanto, a família agora está realizando uma campanha na internet para poder arrecadar dinheiro para continuar com o tratamento de Evie. Para ajudar clique aqui.

Mesmo assim nós estamos muito felizes em ter nossa filha em casa conosco. Evie é uma criança tão feliz e tranquila e está sempre sorrindo apesar de tudo que enfrenta”, disse a mãe.

https://www.instagram.com/p/Bwm05TbFcLu/?utm_source=ig_web_button_share_sheet

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar