Síndrome de Down

Filha com síndrome de Down deu “outro sentido” em sua vida, conta Romário


Em entrevista relevadora em 2011, Romário disse que ela sempre foi a “queridinha” do papai. Com 12 anos, o ex jogador explica que emocionou bastante gente sobre o nascimento de dela.

Ivy nasceu com Síndrome de Down, “a ficha caiu quando cheguei a conclusão do que faltava na minha vida, porque isso? tive 5 filhos, porque esse veio especial ?, isso foi o divisor de águas para que eu me tornasse uma pessoa mais feliz e alegre”, relagou o ex jogador sobre o nascimento de sua filha com síndrome.

“Passei a ser um pai muito melhor, ser mais compreensivo, entender com mais calma coisas que eu não tinha nem se quer paciência”

Romário explica que Ivy a motivou para que ele entrar para  a política, a pequena também ajuda na divulgação da síndrome de Down.

“Pais que tem um filho com síndrome de Down, podem ser considerados pais especiais”

No ano de 2016, a pequena Ivy lançou o livro “o mundo de Ivy – 11 anos de uma Downzinha muito feliz”, este é seu primeiro livro, o que serviu de projeto para Romário, dando inicio ao nome de seu canal no YouTube, onde mostra os desafios, atividades e entretenimentos, tudo que crianças desta idade curtem fazer no dia a dia.

Deixe-nos saber o que você achou, porque sua opinião é muito importante para nós.



6 Comentários

  1. É tudo tão lindo mas me fez lembrar do filho de minha sobrinha e de muitas outras crianças que conheci quando era agente comunitário de saúde numa área carente em Itapecerica da Serra.Hoje estou aposentada sou formada em pedagogia e sou auxiliar e técnica de enfermagem ainda tenho contato com algumas crianças a gente não se desliga totalmente porque as pessoas acabam nos procurando.

    1. Sou mãe de um menino com síndrome de Dawn agora com 15 anos e não podendo estuda que e oque meu filho mais gosta pois a professora dele si aposentou e não tem previsão de quando meu filho vai voltar estuda isso pra nós que somos mães e pior do que toma um tiro no peito não pode ajuda nossos filhos e muito triste .

  2. Sou funcionária pública regime CLT função auxiliar operacional
    Não tenho direto a redução de horário
    Para estimular a minha filha ficar mas tempo com ela
    Este direto e só para funcionários públicos federais

  3. Tenho um irmão especial minha mãe sempre lutou para conseguir o salário para ele até hoje nada ele está com 38anos síndrome de Dwon sim mas porque não conseguimos se todos dizem que ele tem direito.

  4. Sou mãe de um menino com síndrome de Dawn agora com 15 anos e não podendo estuda que e oque meu filho mais gosta pois a professora dele si aposentou e não tem previsão de quando meu filho vai voltar estuda isso pra nós que somos mães e pior do que toma um tiro no peito não pode ajuda nossos filhos e muito triste .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar