Crianças EspeciaisSíndrome de Down

Família indignada compartilha imagens mostrando como menino com síndrome de Down chegou da escola


Um menino com síndrome de Down sofreu ferimentos dolorosos enquanto estava sob tutela escolar. E sua família ficou furiosa depois que os administradores se recusaram a compartilhar as imagens que mostrariam como isso aconteceu.

Em 5 de junho, Michael Perrin, um aluno de 7 anos de idade, com síndrome de Down que estuda na Resica Elementary School, East Stroudsburg, Pensilvânia, nos Estados Unidos chegou da escola muito  machucado. A família o levou para o hospital e ele tinha  duas fraturas em seu rosto, um olho bem  inchado e outras lacerações faciais.

Post no Facebook

Seu irmão indignado, Angel Rivera postou uma foto do garoto no facebook. E no post explicou que Michael não fala e, portanto, é incapaz de dizer a sua família como ele foi ferido.

No post ele conta também que a escola se recusou a compartilhar com a família o vídeo de segurança. Ele também pediu que todos compartilhassem seu post.

My little brother attends resica elementary and has Down syndrome. He was injured at school. My mom is asking the…

Posted by Angel Rivera on Friday, June 7, 2019

Vídeo no Youtube

Segundo um vídeo postado no Youtube, em 7 de junho, a mãe de Michael explicou que ele provavelmente  foi ferido ao cair do ônibus escolar, porém o motorista não viu o que aconteceu. E segundo ela a equipe da escola é a culpada porque eles não cuidaram dele.

“Ninguém deve ter imunidade contra a negligência infantil”, disse ela em seu vídeo.

“Que Michael tenha justiça pela negligência e falha em proteger este anjinho”, disse ela em um vídeo. “Por sua causa, sua mãe vai lutar para que isso nunca aconteça com outra criança novamente.”

Os vídeos e as postagens no Facebook conseguiram grande apoio nas mídias sociais, com pessoas falando sobre a gravidade das lesões em seu rosto, comentando que não parece que foi só por causa de uma queda.

Posição da escola

A escola ainda não se manifestou sobre o ocorrido e informou a família que só fornecerá a eles o vídeo mediante uma ordem judicial para tal. A  escola primária se recusa a divulgar imagens do incidente para ver como ele foi ferido.

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

 



13 Comentários

  1. Eu como aposentada da educação do meu município a criança desse género tem prioridade
    Ela e especial por isso tem que ter cuidados pessoais
    Olha um aluno cadeirante caiu no pátio do Colégio
    A minha diretora imediatamente ligou para os pais mas já estava dentro da emergência com o garoto
    Ele teve ferimentos na boca e foi encaminhado ao dentista profissional da área
    Uma criança cair não tem como evitar mas prestar socorro é nossa função é obrigação
    Tem que investigar o ocorrido sim para ver se ouve negligência que só me ver está sendo óbvio!!

    1. O descaso é notorio.Sabemos que a responsabilidade com as crianças é sem duvidas um dever e principalmente no âmbito escolar,onde acumulamos a confiança do cuidado necessário.
      Em se tratando de uma criança especial,os cuidados dobram.
      E a negligencia nesse caso tem que ser responsabilizada a quem de fato merecer.
      Foi desumana a atitude de quem deixou que isso acontecesse.
      #justiça.

  2. Que absurdo…inconcebível um horror desses …Esse menino deve ter sido agredido. A escola deve responder CRIMINALMENTE PELO CRIME QUE COMETERAM E AGIEA QUERE ENCOBRIR…QUE A JUSTIÇA SEJA FEITA ,PARA ,QUE SIRVA DE EXEMPLO…
    Sou mãe de um menino com Síndrome de down, tem 10 anos,frequenta escola municipal, e GRAÇAS À DEUS,TEM AO SEU REDOR ALUNOS,PROFESSORES E TODA EQUIPE DA ESCOLA, QUE CUIDAM E DÃO TODO SUPORTE NECESSÁRIO PARA QUE ELE SEJA RESPEITADO E CONVIVA EM HARMONIA COM TODOS ,COMO TEM QUE SER!!!
    LAMAIS EU ACEITARIA UM FATO TAO TRISTE COM MEU FILHO,OU FILHO DE QUALQUER OUTRA PESSOA,TENDO OU NÃO DEFICIÊNCIA!!!QUE TRISTE VER QUE USSO ACONTECE NOS DIAS DE HOJE!!!😥

  3. Sou mãe de uma criança com down de 4 anos estou indignada com essa situação.me parece quê deram socos no rosto dele é a escola sabe quem cometeu esse crime por isso tanta resistência.

  4. Com certeza a escola está negligente senão não se recusaria a mostrar as câmeras.
    Tem que cobrar responsabilidades afibal ele estava sob responsabilidade escolar.

  5. eu ia com uma arma e enfiaria na boca do responsável pra ver se nao ia mostrar as imagens..se nao fosse por Deus mandava o cerebro dele pro além

  6. Meu Deus, que absurdo. Eu tenho um filho especial e fiquei chocada com a situação. A escola tem responsabilidade com o aluno. Deveria ter comunicado aos pais de imediato e prestado todos os cuidados.Lute até o fim para os culpados serem punidos, pra nunca mais isso acontecer.

  7. Já se vê que a escola é de pessima conduta…pois se fosse uma escola de verdade teria se pronunciado dado seu apoio á familia e se esclarecido diante das acusaçoes…mas se a própria escola está ocultando as imagens é deixar nas mãos da justiça e esperar que seja feita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar