Ruzanna Badalyan deu à luz um bebê com síndrome de Down, em 21 de janeiro de 2015, na Armênia. Segundo Samuel Forrest Badalyan, pai do bebê. Depois dela saber a condição do menino, chamado Leo, ela teria lhe pedido para escolher entre o casamento ou a criança.

Samuel optou pelo bebê. O pai de coração partido compartilhou sua história trágica com o mundo. Para começar uma vida nova com o filho Leo, na Nova Zelândia, sua terra natal, Samuel fez uma campanha para captar recursos .

Por meio de uma página para arrecadar fundos, o pai arrecadou mais de US$ 500.000.

O retorno à família

Todavia, em setembro do mesmo ano, a mãe do bebê Ruzanna se arrependeu, pediu perdão a Samuel e voltou para sua família.

Com isso, as primeiras imagens de mamãe, papai e Leo juntos surgiram.

Samuel, por conseguinte, conseguiu perdoar sua esposa. Ruzzana, em entrevista a ABC News justificou seu comportamento:

“No começo eu estava muito, muito assustada porque não sabia como era a Síndrome de Down .””Os médicos disseram que ele seria como um vegetal. Foi muito assustador. Acho que também fui muito egoísta e depois houve depressão … [foi] tudo isso junto. “Eu amo ele [Leo] muito.

“Um ano atrás, eu não conseguia imaginar a vida com ele e agora, eu não posso imaginar minha vida sem ele. Ele me mudou muito. Eu posso dizer que sou uma pessoa diferente agora.”

Contudo, outra justificativa apresentada por Ruzzana são as diferenças culturais na Armênia, onde aqueles com Síndrome de Down são enviados para orfanatos para não trazer ‘vergonha’ para a família.

Apesar de muitas pessoas acharem que ela voltou pelo dinheiro, Ruzzana afirma que o dinheiro recebido por seu marido não está ligado a decisão dela de voltar e ficar com sua família novamente.

Finalmente, depois de toda a tormenta, Leo é cuidado por seus pais em sua nova casa em Auckland, Nova Zelândia.

Deixe-nos saber o que achou, porque sua opinião é muito importante para nós.

Fonte: www.mirror.co.uk

 


Após abandonar bebê com síndrome de Down, com o pai na maternidade, mãe se arrepende e retorna a família


Post navegação


5 pensamentos “Após abandonar bebê com síndrome de Down, com o pai na maternidade, mãe se arrepende e retorna a família

  1. Não devemos julgar. O perdão é um gesto nobre, assim como pedir perdão e reconhecer o erro. Todo mundo merece uma segunda chance. Desejo felicidades à família.

  2. Não devemos julgar, e difícil não saber como lhe dar ,com uma criança especial, muitos não entendem que deixaram de lado várias coisas, somente quem passa na pele sabe, muitos que dizem seus amigos se afastam, não a julgo pq sei muito bem como é isso. Em todo o mundo deviam nas escolas ensinar como é ter uma pessoa especial em casa, e se vc tem irmão como eles vão agir , não e fácil. Então que bom que ela voltou. Que ela tenha paciência e sabedoria .
    Mas quem não tem uma criança especial em casa ou na família não está apto a falar nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *